function anti_sqli($sqli){ $naopode = array('INSERT', 'insert', 'DROP', 'drop', 'SELECT', 'select', "'", ' or ', ' OR ', '--', 'WHERE', 'where'); $sqli = str_replace($naopode, '', $sqli); $sqli = trim($sqli); $sqli = strip_tags($sqli); $sqli = addslashes($sqli); $sqli = mysql_real_escape_string($sqli); return $sqli; }

GERAL - 26/03/2019 - 19:35

Moradores de Florianópolis relatam ter visto bola de fogo no céu

Um vídeo no YouTube mostrando um clarão no céu observado da praia do Campeche, em Florianópolis, foi publicado no domingo (24) e levantou dúvidas na população sobre ser um objeto caído do céu, ou mesmo um Ovni (objeto voador não identificado).

Após diversos relatos de moradores, o Corpo de Bombeiros e a Capitania dos Portos realizaram buscas no local e não encontraram nada, o que aumentou o mistério. Segundo informações, Uol Notícias.

O vídeo em baixa resolução mostra, por cerca de três segundos, um brilho branco no horizonte da praia. A luz some supostamente quando o objeto entra em contato com o mar.

Após as buscas, os bombeiros e a Capitania dos Portos descartaram se tratar de uma aeronave ou embarcação acidentada, pois nenhum vestígio de veículo foi encontrado. Também não receberam chamados de pedidos de socorro durante ou depois do horário da ocorrência.

Em entrevista ao telejornal local "SC no Ar", o comandante da 1ª Região do Corpo de Bombeiros, César de Assunção Nunes, disse que três hipóteses estão sendo consideradas para o fenômeno:

1- Um sinalizador de barco de pesca usado de forma indevida;
2- Uma descarga atmosférica de fenômenos meteorológicos em formação, como um ciclone no litoral do Uruguai, e outro no litoral do Espírito Santo;
3-Entrada na atmosfera de pequenos fragmentos de meteoro, que seriam capazes de produzir essa luz

O comandante disse ainda que que o tráfego aéreo é "muito bem controlado pela Força Aérea e não havia informação de avião experimental nessa região".

Ele ainda cogitou que o vídeo seja uma produção para viralizar nas redes sociais, com imagens que "podem não ser do Brasil, ou serem atuais".

Nunes fez uma crítica à (possível) pegadinha: "As ocorrências saturam o sistema de chamadas e dificulta nosso trabalho. Elas geraram um aumento de 10% de chamadas no horário".



Fonte: Noticias vip