function anti_sqli($sqli){ $naopode = array('INSERT', 'insert', 'DROP', 'drop', 'SELECT', 'select', "'", ' or ', ' OR ', '--', 'WHERE', 'where'); $sqli = str_replace($naopode, '', $sqli); $sqli = trim($sqli); $sqli = strip_tags($sqli); $sqli = addslashes($sqli); $sqli = mysql_real_escape_string($sqli); return $sqli; }

GERAL - 24/07/2018 - 23:01

TRF3 nega habeas corpus e André segue preso por tempo indeterminado

O desembargador do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3), Maurício Yukikazu Kato, negou o pedido da defesa para soltar André Puccinelli (MDB), e os advogados André Júnior, filho do ex-governador, e João Paulo Calves, presos na sexta-feira pela Polícia Federal em nova fase da Operação Lama Asfáltica, que estão no Complexo Penitenciário no Jardim Noroeste, em Campo Grande. Em seu despacho, Maurício Kato diz que "a decisão que decretou a prisão preventiva dos pacientes está fundamentada em elementos que, ao menos por ora, indicam a necessidade da segregação cautelar, não padecendo de ilegalidade ou mácula que possam modificá-la". O pedido de habeas corpus feito pelos advogados André Borges e Paulo Siufi havia sido endereçado ao desembargador Paulo Fontes, que em novembro mandou libertar André, mas como ele está de férias o caso ficou a cargo de Maurício Kato, que também já tomou decisões no âmbito da Lama Asfáltica e em 2016 havia mandado soltar o ex-deputado Edson Giroto e o empresário João Amorim, presos em outra fase da operação.




Fonte: Marco Eusébio